HISTÓRIA DA CIDADE

Os municípios de Doresópolis e Piumhi sempre foram estreitamente ligados. A história da região inicia seus registros em 1.732, com a descoberta e exploração da região pelo sertanista João Batista Maciel que proveniente de São Paulo, com sua bandeira, vasculhou a região, próximo a nascente do rio São Francisco, a procura de ouro. Batista Maciel fixara-se na Piraquara, margem direita do Rio São Francisco, termo da vila de Pitangui. Naquele ano, organizou uma bandeira com filhos, agregados e escravos, explorou o Alto São Francisco, descobrindo faisqueiras no rio Piumhi.

O município é denominado Doresópolis em homenagem à Nossa Senhora das Dores, a padroeira do município.

Ao natural do município é dado o gentílico de doresopolitano.

Formação administrativa: Sabe-se o seguinte: "Em sessão realizada em 14/10/1842, a Câmara municipal de Piumhi, solicitou ao governo Imperial a criação dos distritos de São Roque e Nossa Senhora do Carmo de Jatubá, relatando para ao último os limites territoriais, que abrangiam todo o território do município e ainda parte do atual município de Iguatama". A Lei n°. 2938, de 23/09/1882, transferiu a sede do distrito de Santo Antônio de Entre Rios, para a povoação de Nossa Senhora das Dores das Perobas, com esta última denominação ficando reduzida a Perobas e assim figurando na divisão administrativa de 1911. A Lei n°. 2764, de 30/12/1962, elevou o distrito de Perobas à cidade, criando o município desmembrado do de Piumhi, ao mesmo tempo que lhe deu a denominação atual de Doresópolis.

Doresópolis é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população, estimada em 2010, é de 1.440 habitantes.

(37) 3355-1222

Praça Tiradentes 29, Doresópolis - MG, 37926-000